- Driblando a crise no planejamento e organização de festas.

Publicado em 12/02/2017 às 21h00

Texto de Luciana Reis

 

Mesmo sem deixar de lado os elementos básicos de uma comemoração, fazer economia pode ser mais fácil do que imaginamos

O momento financeiro do país faz com que cada vez mais planejemos cada despesa, inclusive quando o assunto é a organização de uma festa. Manter a comemoração e ao mesmo tempo fazer com que ela caiba no orçamento é um desafio, mas há dicas de como tornar o planejamento mais viável.

festas sem crise

Essas e Outras

O primeiro passo é escolher o local da festa, o número de convidados e o formato da comemoração. Estes aspectos fazem toda a diferença no orçamento final previsto. A opção pela festa em casa é uma das mais econômicas. Pode ser também em um salão de festas do prédio, se for o caso, ou na casa de um parente ou amigo próximo, quando possível.

festas sem crise

Elo 7

E se há preocupação com os cuidados necessários com a casa em meio à festa, assim como o trabalho com todos os preparativos, há profissionais que podem auxiliar na organização da festa, mesmo quando não realizada em bufê. Para este e outros gastos, é necessário pesquisar, de preferência com antecedência, à procura dos melhores preços.

Decoração econômica e de bom gosto

É possível aliar economia com uma decoração criativa e de acordo com o tema escolhido para a festa. Utilizar balões é uma boa alternativa, pois é garantido um efeito visual bem bonito e com a exigência de um baixo investimento financeiro. Com originalidade é possível também criar diferentes formas de decorar o ambiente com elementos que podem ser feitos a mão e pelos próprios aniversariantes. Em uma festa infantil, por exemplo, participar dos preparativos, fazendo origamis, bandeirinhas e outros enfeites de papel, ou mesmo recortando, colando e pintando os objetos decorativos, são atividades que fazem a alegria da criançada. Com esses preparativos a festa já começa!

festa em casa

Como Fazer em Casa

Se o orçamento está apertado para contratar um show de mágica ou palhaços para animar a festa, que tal promover brincadeiras tradicionais e que foram se perdendo ao longo do tempo? A brincadeira do passa anel, da batata quente ou uma gincana divertida com a corrida de saco fazem a diversão da garotada, e sem a necessidade de altos custos.

O mesmo vale para os elementos decorativos das mesas, que podem ser criados a partir de potinhos e garrafinhas de vidro, todos utilizados e reaproveitados, ou mesmo com latas de aço e plásticos. Enfeites para o centro de mesa, para o local do bolo e até mesmo as embalagens dos docinhos podem ser preparados com bastante economia. Materiais de papelaria, desde cartolina, papel cartão e papel crepom são formas de decorar que garantem efeitos visuais bonitos e com baixos custos.

festa barata

Roberto Simões

Quanto ao cardápio, também é possível poupar recursos financeiros, mas sem deixar a qualidade de lado. As bebidas e comidas devem ser escolhidas conforme o público esperado, tanto em quantidade como em suas características, por exemplo, devemos servir pratos quentes ou apenas lanches? Crepes e docinhos são suficientes para o cardápio ou é necessário servir o bolo?

economizar nas festas

Divulgação/Delas IG

As ideias simples – e baratas – muitas vezes são as que mais fazem sucesso entre os convidados. Ao mesmo tempo, não são perdidas as características principais de uma festa: a animação e a qualidade do evento!

Um beijo e até o próximo post!

Categoria: Dicas, Dicas de economia, Organizar uma festa
Tags: dicas

voltar para Blog

bdt b02 show normalcase center c15nwse fsN fwB|left tsN fwR uppercase b01s bsd|left show fwB tsY normalcase bdt b02|bsd b04 c10|||news fwB tsN fwR tsY c05|normalcase fsN c05 fwR|b01 c05 bsd|login news normalcase fwR c05|tsN normalcase fwR c05|b01 normalcase bsd c05|content-inner corner-inherit c15nwse sbww bdt b02|bdt b03|news fl